Quem está na terceira idade não se contenta apenas em ficar em casa tricotando ou lendo um livro. Pelo contrário, vovós e vovôs da ‘melhor idade’ trabalham, estudam, namoram, viajam … e dirigem, não apenas suas vidas, mas veículos. No trânsito, muitas vezes caótico das cidades, muitos ainda perguntam: será que os motoristas da terceira idade possuem condições e habilidades para continuar a dirigir?

De acordo com o oftalmologista Shigueo Suzuki, o resultado do teste de acuidade visual deve ser de no mínimo 20/30, o que significa que o paciente possui entre 60 a 70% da visão, para que ele continue dirigindo.

“O que importa é a qualidade da visão e não a idade. Existem pessoas de 80 anos que enxergam muito bem e podem exercer a tarefa sem dificuldades”, esclarece o oftalmologista.

Josismara da Costa, diretora de ensino de uma autoescola de Maringá, explica que os motoristas com até 65 anos devem renovar a carteira de habilitação a cada cinco anos, após essa idade a renovação deve ser feita a cada três anos.

Segundo determinação do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), quem tirou a carteira antes de 1998 deve fazer uma prova escrita ou curso na autoescola, além do exame de vista, para renovar o documento.

Já quem obteve a carteira depois de 1998 precisa fazer apenas o teste de acuidade visual.

O oftalmologista ainda observa que as doenças que mais acometem a capacidade de visão dos idosos e estão relacionadas ao envelhecimento são a catarata e as doenças na retina.

A catarata, segundo Suzuki, pode ser corrigida através de cirurgia, mas os casos de degenerações da retina, também relacionados à idade, não podem ser revertidos.

FONTE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...