Videogames, que combinam jogos com exercícios, estimulam corpo e mente dos idosos.

À medida que as novas tecnologias avançam, os jogos eletrônicos passam a ser utilizados não somente para entretenimento, mas como instrumentos de apoio na melhora da qualidade de vida de idosos. “As pessoas na maturidade podem aprender e estimular a mente e os músculos brincando”, explica o médico e pesquisador do envelhecimento humano, Virgílio Garcia, que tratará deste assunto no 18º Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia (CBGG), dias 22 a 25 de maio, no Rio de Janeiro.

De acordo com Garcia, os videogames que combinam jogos com exercícios ajudam a melhorar o desempenho motor e podem diminuir os sintomas de doenças como depressão. O idoso vivencia movimentos realizados em lutas, partidas de golfe, tênis ou boliche. “A pessoa exercita diferentes partes de seu corpo como dedos, mãos, braços, pernas e cabeça, e trazem resultados positivos em relação à coordenação motora do jogador”, relata.

Há também jogos eletrônicos para exercícios de memória, como quebra cabeças, que se mostram eficazes na saúde cognitiva dos idosos. Garcia explica que a memória é solidificada, formada e reformulada com o passar dos anos, entretanto, a velocidade de captação e distribuição são alteradas na medida em que envelhecem, mas podem melhorar muito com o uso das novas tecnologias voltadas ao entretenimento, como sites de jogos interativos.

Atualmente, a prática de jogos eletrônicos para pessoas na terceira idade tem adeptos de todo o mundo, como no Mississipi (EUA), onde freiras têm uma sala com computadores onde jogam todos os dias. “No Brasil temos buscado incentivar a prática, para manter nossos idosos ativos, que também evita quedas, bastante incidentes nessa faixa etária”.

Em Paris (França), moradores de um asilo fazem exercícios por intermédio do videogame. No Japão, os idosos estão tomando conta das casas de jogos, lugares geralmente frequentados por adolescentes.

Pesquisas sobre o tema

Duas pesquisas foram feitas nos EUA para definir o efeito da atividade. O Instituto Sam e Rose Stein para Pesquisa de Envelhecimento da Universidade da Califórnia, nos EUA, revelou que os exergames (videogames que combinam jogos com exercícios) podem diminuir em até 50% os sintomas da SSD (Depressão Subssindrômica, em tradução livre) em idosos.

Já pesquisadores da North Carolina State University, EUA, notaram uma melhora significativa na habilidade espacial e atenção para os participantes que apresentaram baixa pontuação nos testes feitos antes dos idosos praticarem nos jogos.

Fonte: MaxpressNet

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...